O Valor de uma Ideia Genial

Você já teve alguma idéia genial?

Mundo: A Farsa do Crescimento Chinês

Parece cena de seriado, as cidades fantasmas que a China levanta para manipular o PIB do país

Luxo: Conheça tudo sobre a casa mais cara dos Estados Unidos

A vida das pessoas mais ricas do mundo estão aqui no blog para você conhecer de perto.

Mc Donalds

A história da maior e melhor rede de fast food do mundo.

Tecnologia

Conheça tudo o que tem de mais inovador no mundo da tecnologia.

Brilhante Laços

Fábrica de laços e acessórios para cães e gatos.

Patrocinadores

Conheça nossos pacotes e promoções para anunciantes, e leve seu negócio para os milhares de leitores do blog.

sábado, 27 de novembro de 2010

EBX - O Grupo privado que mais cresce no Brasil lança seu Brand Channel no YouTube

O sr. Antonio Cruz, do grupo de Mídias Sociais da Agência Ideal, que atualmente assessora o Grupo EBX de Eike Batista, me escreveu um e-mail com uma sugestão de matéria para postagem aqui no Blog Colunas de Hércules.

O Grupo EBX lançou seu canal customizado no Youtube www.youtube.com/grupoebx que traz diversas entrevistas de Eike Batista e vídeos sobre os empreendimentos do grupo, além das demais realizações desde a criação da EBX, na década de 1980.

Para o seu lançamento, o Grupo EBX destaca o vídeo de apresentação da Visão 360° – uma maneira de enxergar o mundo e de empreender. Trata-se de um conceito muito interessante idealizado e praticado pelo Grupo EBX. Veja, logo abaixo, o vídeo em que o empresário @EikeBatista explica, resumidamente, essa visão. São ótimas dicas e fonte de inspiração para atuais e futuros empreendedores brasileiros.

Férias de Milionário - Conheça Courchevel

Um dos lugares mais frequentados por turistas milionários do mundo é Courchevel. Uma das estações de ski com o visual mais deslumbrante do mundo e uma estrutura perfeita para suas férias de sonho. Uma ótima época para frequentar esse paraíso é durante o agitado feriado de Carnaval, em 2011 sérá em Março, aproveite agora para conhecer algumas dessas paisagens de tirar o fôlego. Além de neve, há praias paradisíacas.


A localização de Courchevel é privilegiada, fica situada na região de Trois Vallées na França, umas das maiores áreas de esqui do mundo. Região perfeita para a prática de esqui alpino, esqui cross-country, snowboard e todos tipos de atividades na neve. Courchevel faz parte dos Alpes e de lá é possível ver ao norte o ponto mais alto dos Alpes que fica no Mont Blanc. É possível também avistar os Alpes Suíços e Italianos ao nordeste com uma perspectiva real da famosa cordilheira.

Pesquisadores americanos desenvolvem imagem 3D em tempo real

Desde os tempos dos facinantes e futurístas filmes da trigolia Star Wars muitas tecnologias foram desenvolvidas, não somente para a arte do cinema como o cinema 3D, som 3D, telas gigantes, Alta resulução de imagem e cores, mas também tecnologias espaciais.

Porém nada chegou perto do que aparece no filme mais clássico da história de filmes intergaláticos, até porquê, tudo não passa, obviamente, de ficção científica certo? Errado!

sábado, 20 de novembro de 2010

A receita do sucesso do Vale do Silício, visão para o Brasil.

O Vale do Silício, na Califórnia, nos EUA (em inglês Silicon Valley), é uma região sede de um conjunto de empresas que lá se instalaram a partir de 1950 com o objetivo de gerar inovações científicas e tecnológicas, destacando-se na produção de Chips, na eletrônica e informática. O Vale do Silício abrange várias cidades do estado da Califórnia, ao sul de São Francisco, como Palo Alto, cidade sede do Facebook, e Santa Clara, estendendo-se até os subúrbios de San José.

A industrialização dessa região teve início nos anos 90, mas o impulso para o seu desenvolvimento se deu com a Segunda Guerra Mundial e principalmente durante a Guerra Fria, devido à corrida armamentista e aeroespacial. Foram as indústrias eletrônicas do Vale do Silício que forneceram transistores para mísseis e circuitos integrados para os computadores que guiaram as naves Apollo. Muitas empresas que hoje estão entre as maiores do mundo foram gestadas na região: Apple, Altera, Google, NVIDIA Corporation, Electronic Arts, Symantec, Advanced Micro Devices (AMD), eBay, Maxtor, Yahoo!, Hewlett-Packard (HP), Intel, Microsoft (hoje está em Redmond, próximo a Seattle), entre muitas outras.Fora dos Estados Unidos, destaca-se em Israel o Silicon Wadi, a segunda maior aglomeração de indústrias de tecnologia de ponta, atrás apenas do Vale do Silício da Califórnia.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Eike Batista irá trazer a Apple para o Brasil.

Empresário já iniciou conversas com dois grupos que fazem na Ásia a montagem de aparelhos da empresa de tecnologia americana. O empresário Eike Batista, do Grupo EBX, confirmou ontem que negocia a instalação no Brasil de uma montadora de produtos da Apple. Eike disse que já iniciou conversas com dois grupos que fazem na Ásia a montagem de aparelhos da empresa de tecnologia americana.
A ideia é que a montadora seja instalada no complexo do Porto do Açu, da LLX, empresa de logística da holding, em São João da Barra, no litoral norte do Rio. Caso tenha sucesso a negociação inicial, haverá a necessidade de aprovação do projeto por parte da Apple, explicou o empresário.

“Sim, sim, a gente quer trazer. Por que a gente (no Brasil) tem de pagar duas vezes e meia o preço de um iPad?”, afirmou Eike, que na terça-feira já havia tocado no assunto ao responder dois seguidores no Twitter. “Nós merecemos. Estou me esforçando para isso, sim.”

Veja o que mais ele disse no Twitter.

Lamborghini lança Gallardo Spyder Performante

Supercarro vem com motor V10 de 570 cavalos e pode atingir 324 km/h. A Lamborghini aproveita o Salão de Los Angeles (EUA) para lançar o conversível LP 570-4 Spyder Performante. Trata-se da versão com capota removível do Gallardo Superleggera, que vem com defletores de ar laterais, rodas de aro 19 com pneus Pirelli PZero exclusivos e uma boa dose de fibra de carbono, inclusive nos bancos e até nas saídas de escapamento.

Com isso, foi possível chegar a uma redução de peso de 65 kg em relação ao LP 560-4 Spyder, mesmo com ar-condicionado e vidros elétricos entre os equipamentos de série. Mais leve, o supercarro é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em meros 3,9 segundos e atingir incríveis 324 km/h com todo fôlego do motor V10 de 570 cavalos e 55,1 kgfm de torque.

Veja mais fotos dessa máquina luxuosa.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

10 coisas para saber antes de abrir seu próprio negócio

Vontade e uma boa ideia não bastam, é preciso planejamento adequado. Com a ajuda do site do Sebrae-SP, o Colunas de Hércules montou um roteiro com dicas e cuidados. Confira a seguir o roteiro com as dez principais dicas:

1 - Empreenda no que conhece e gosta
“A receita para dar certo é empreender naquilo que a gente tem domínio. A costureira vai fazer sua lojinha com roupa. Depois de uma vida no segmento de confecção é pouco comum que vá abrir um restaurante.”
2 - Avalie a viabilidade financeira frente à idéia e oportunidade
“Não adianta gostar, a coisa tem que ser viável, tem que gerar lucro. (...) Quando a gente está pensando numa empresa, é importante pensar que cada dinheiro colocado lá dentro, vai ter que voltar numa medida de tempo.”

14 dicas para quem trabalha em casa.

As sugestões abaixo foram obtidas com professores e consultores da FGV, do Ibmec e do Sebrae, a partir do livro 101 Maneiras de Ganhar Dinheiro Trabalhando em Casa, de Dan Ransey.
1) Antes de começar qualquer negócio, procure conhecer a fundo o ramo em que pretende investir. Analise a concorrência na região, faça cursos, vá a feiras e seminários, pesquise produtos e serviços similares na internet, identifique seus futuros clientes e suas necessidades. E, claro, faça um plano de negócios.
2) Fique atento às questões de zoneamento, higiene e saúde, em geral rigorosas para quem atua nas áreas de alimentos e cosméticos. Rio de Janeiro, São Paulo e Fortaleza são algumas das cidades do país que têm legislação específica para quem trabalha em casa. Verifique a legislação que rege o zoneamento do bairro onde você mora e veja se há qualquer impedimento para a abertura de empresa em casa.

Empresário de origem americana fabrica e exporta sandálias que são a cara do Brasil

Quando desembarcou no Brasil, há sete anos, tudo que o americano Zachary Mazur queria era viver uma aventura exótica em um país distante. Depois de se apaixonar pelo Rio de Janeiro, decidiu abrir uma empresa que exportasse calçados nacionais para o exterior. Ao lado de Shenzi Chua, empresário de Cingapura, fundou a Braziliano Praia, que fabrica e exporta sandálias com sola de borracha. no ano passado, faturou US$ 1 milhão. Para 2010, o crescimento deve ser de 30%
''Foi em 2003 que decidi vir ao Brasil. Desde os ataques terroristas de 2001, a vida andava difícil em Nova York. Na época, a música brasileira era muito popular por lá, e o Brasil tinha uma aura exótica. Como eu estudava espanhol, língua muito semelhante ao português, achei que morar por seis meses no Rio de Janeiro seria uma bela aventura. Acabei me apaixonando pelo país e resolvi fundar uma empresa para exportar sandálias, utilizando serviços da FedEx. Um dos meus clientes era Shenzi Chua, empresário de Cingapura que atuava no Brasil. Ele me propôs abrir um outro negócio para produção e venda de calçados - Shenzi desenharia os modelos. Em 2007, fundamos a Braziliano Praia. Atualmente, temos quatro tipos de sandálias, com preços entre US$ 18 e US$ 40. Produzimos em média 10 mil pares por mês, e exportamos para sete países. Nossa próxima meta é entrar no mercado chinês. No ano passado, faturamos US$ 1 milhão, e a estimativa de crescimento para este ano é de 25% a 30%."

Incubadoras ajudam a lançar novos negócios; saiba como funcionam

Ser empreendedor é essencial para esse tipo de negócio, diz especialista. Empresas costumam fazer parcerias governamentais e com universidades.

Ajudar um empreendimento inovador a entrar no mercado de maneira mais madura e competitiva é o principal objetivo das chamadas incubadoras de empresas. Para isso, esses centros de negócios apostam principalmente na capacitação dos futuros empreendedores, na articulação de políticas públicas e na geração e disseminação de conhecimento.

“A missão central é apoiar o nascimento e o fortalecimento de negócios inovadores”, diz Francilene Procópio Garcia, vice-presidente da Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

Sebrae promove Feira do Empreendedor em SP

Evento é voltado para futuros empreendedores e pequenos empresários. Congresso terá de mais de 100 palestras, debates e oficinas gratuitamente.Entre os dias 17 e 20 de novembro, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP) promove a Feira do Empreendedor na capital paulista. O evento é voltado para tanto para quem está pensando em abrir um negócio como para os pequenos empresários.
Com 190 expositores, a feira oferecerá uma mostra de soluções, serviços e conhecimento de empreendedorismo, tendências, inovação e competitividade. Será possível encontrar todo tipo de orientação para abertura de uma empresa e para o crescimento de empreendimentos já estabelecidos.

Computador produzido pela Apple em 1976 vai a leilão por 150 mil libras

'Apple-1' será vendido com a embalagem original e manuais de instruções. Aparelho foi produzido por Steve Jobs na garagem de seus pais.
O primeiro computador produzido por Steve Jobs na garagem de seus pais e comercializado com a marca Apple está à venda por 150 mil libras, cerca de US$ 242 mil.
Cerca de 200 aparelhos originais da primeira versão do computador, chamado de “Apple-1”, foram produzidos e lançados em 1976, porém apenas alguns sobreviveram. Na época, o aparelho era vendido por US$ 666,66.

O "Apple-1", que foi descontinuado em setembro de 1977, será vendido com a embalagem original, manuais de instruções e uma carta assinada por Steve Jobs, em que ele dá dicas sobre o melhor monitor e teclado.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Google bloqueia acesso do Facebook a dados de usuários

No último mês, um dos mercados mais movimentados, especialmente com especulações, é o mercado da internet. Empresas como, Google, Myspace, Facebook, Yahoo, Twitter e Microsoft estão em "guerra" constante na busca de espaço e conquista de novo usuários pelo mundo.
A empresa que vem se destacando é o Facebook, que prevê a conquista de 1 bilhão de usuários e a entrada em novos mercados, como o de vendas em parceria com outras empresas como o Ebay por exemplo e no mercado de buscadores para concorrer de frente com a Bing e a Google.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

A história de Jack Daniel's, lendas e curiosidades.

No marcador Sucesso você encontra diversas histórias de empresas, curiosidades sobre a sua criação, seu fundador, resultados, estratégias de marketing e inovação. Geralmente as histórias que eu coloco aqui para você, são histórias de empresas de tecnologia, mas dessa vez iremos falar da história do meu "whiskey" preferido, de sabor e cor mais amadeirados, um clássico e uma das bebidas, da categoria, mais vendidas no mundo.
Jack Daniel, um de 13 filhos, nasceu em 1850. Foi criado por um amigo da família até ser contratado para trabalhar com a família de Dan Call, quando tinha sete anos. Call, um pastor luterano, também era dono de um alambique de whiskey no Rio Louse.
Durante os vários anos que se seguiram, Jack aprendeu tudo que pôde sobre a fabricação de whiskey com Call. Então, em setembro de 1863, cada vez mais pressionado a dedicar a vida a elevar os espíritos em vez de vendê-los, Call vendeu a destilaria a Jack, que só tinha 13 anos na ocasião.

Conheça os jovens fundadores da empresa Biruta Mídias Mirabolantes.

Eles são jovens, divertem-se no trabalho e têm planos ambiciosos. As premiadas estratégias de marketing dos guerrilheiros loucos da Birutas Mídias Mirabolantes fizeram da empresa um modelo de empreendedorismo.
O Video acima conta com o depoimento dos 4 fundadores dessa empresa que está crescendo, com um ambiente jovem, inovador e ambicioso
O que eu gstaria de destacar é que eles estão fazendo o mais puro empreendedorismo, aquele que se começa a partir de um sonho, um projeto no papel, com amigos monta-se uma empresas e então a dedicação da vida deles passa a ser 100% no foco de onde eles querem chegar.

sábado, 6 de novembro de 2010

formspring.me

Semana Global do Empreendedorismo.

A Semana Global do Empreendedorismo começa oficialmente dia 15/11, porém as atividades já estarão rolando desde o dia 08/11.
Pelo terceiro ano consecutivo, o Blog Colunas de Hércules irá participar com sua ação online e interativa, 7 postagens serão postadas durante a semana com temas diversos para atingir crianças, jovens e adultos empreendedores.

Eu acabei de cadastrar as atividades para cada dia no site oficial da semana no Brasil e estou aguardando aprovação da equipe organizadora.
Assim que eu receber a confirmação e aprovação deles eu irei divulgar aqui os temas abordados e as datas em que as atividades serão realizadas.
Mesmo se eles não aprovarem oficialmente as atividades acontecerão, pois o blog é independente da organização da Semana Global do Empreendedorismo. Para nós, todos os dias é dia de empreender, ou seja, aqui no Blog Colunas de Hércules, é o Ano Global do Empreendedorismo (todos os anos).

Para se informar um pouco mais sobre a Semana Global do Empreendedorismo, leia o post aqui no blog ou visite http://www.semanaglobal.org.br/


Concorra a um Notebook clicando na imagem abaixo:
Concorra a um Notebook
Para saber mais sobre a promoção clique aqui. Conto com o seu voto! Se você estiver participando com o seu blog, deixe o link de votação que eu visito e retribuo o voto.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

A Obra de Arte mais cara do mundo


Jackson Pollok

Paul Jackson Pollock, (Cody, Wyoming, 28 de janeiro de 1912 — Springs, 11 de agosto de 1956) foi um pintor norte-americano e referência no movimento do expressionismo abstrato.


No 5, 1958 a obra de arte mais cara do mundo

Esse quadro acima chama-se "No 5, 1958" é a obra de arte que obteve a transação mais cara da história.
A  obra foi vendida por David Geffen, em uma transação particular, para o colecionador David Martinez pelo valor de US$ 140.000.000,00 (cento e quarenta milhões de dólares).

Concorra a um Notebook clicando na imagem abaixo:
Concorra a um Notebook
Para saber mais sobre a promoção clique aqui. Conto com o seu voto! Se você estiver participando com o seu blog, deixe o link de votação que eu visito e retribuo o voto.

O coquetel e os sapatos mais caros do mundo !

Voltando a postar sobre coisas luxuosas que pra muitos são futilidades, mas a verdade é que essas coisas são para poucos, resolvi criar um série de postagens destacando coisas que tem como título de mais caras em sua categoria.

E o que isso tem a ver com empreendedorismo?
Simples, se você não for um herdeiro privilegiado ou um sortudo para acertar na loteria, o mundo dos negócios é a única maneira de você poder consumir essas "futilidades".

A Primeira postagem é sobre o coquetel mais caro do mundo:


O coquetel mais caro do mundo é vendido no bar Harvey Nichols, na cidade de Manchester na Inglaterra. Pela bagatela de US$55.000,00 (cinquenta e cinco mil dólares) você poderá comprá-lo.
Ele só é vendido pelo Barman Jay Malik e a sua entrega à mesa é acompanhanda por guardas de segurança.

A explicação para esse preço alto é que o drink apresenta, no lugar da tradicional azeitona, um anel de diamantes valioso.
É uma ótima pedida para oferecer a uma dama. Se você achou caro, o bar possui variedades mais em conta, com anéis de ouro branco por exemplo. O drink mais barato do estilo custa US$ 27.000,00 (vinte e sete mil dólares).


Caso a dama não fique impresionada ou satisfeita com o coquetel e o nale, você poderá leva-lá para a loja do estilista e designer Stuart Weitzman que se inspirou nas pantufas de rubi do Mágico de Oz para criar os sapatos mais caros do mundo.


Esses sapatos foram produzidos com fios de platina e possuem 642 Rubis. Seu preço está em torno de US$2.000.000,00 (2 milhões de dólares). Já imaginou pisar em 2 milhões?


 
Concorra a um Notebook clicando na imagem abaixo:
Concorra a um Notebook
Para saber mais sobre a promoção clique aqui. Conto com o seu voto! Se você estiver participando com o seu blog, deixe o link de votação que eu visito e retribuo o voto.

Andrew Mason, o inventor da compra coletiva !

Andrew Mason, inventou a compra coletiva

Com apenas 29 anos e sem jamais ter estudado uma linha de programação, o americano Andrew Mason deverá protagonizar, nos próximos meses, um feito e tanto no mundo dos negócios. O Groupon, site de compras coletivas criado por ele há menos de dois anos, deve faturar US$ 1 bilhão em 2011. Se isso ocorrer, a empresa entrará para a história do mundo corporativo como a que mais rápido ultrapassou o primeiro bilhão – e com lucro. Marca semelhante só foi atingida pelo YouTube, que até hoje patina para encontrar uma forma de ser rentável.

A estratégia criada por Mason tira proveito de duas tendências do comportamento do internauta: 1) a pesquisa por barganhas e 2) a participação em redes sociais. O Groupon procura parceiros interessados em divulgar sua marca e que, para tal, se disponham a oferecer um produto ou serviço a um preço baixo. A oferta é anunciada durante 24 horas no site, por meio do qual também se faz a transação para a compra. A pegadinha, porém, é que o negócio só se concretiza se um número mínimo de pessoas, indicado no site, efetuar a compra. Um link que conecta o site com redes sociais como Twitter e Facebook faz com que cada oferta logo seja disseminada. O Groupon ganha uma comissão de 50% sobre o valor do produto vendido.

Desde a fundação já foram feitas mais de 12 milhões de transações nos 29 países onde atua, com vendas de US$ 500 milhões em 2010. “O grande apelo do nosso site é que todos ganham. Nós ganhamos a comissão, os clientes pagam menos pelo produto e os parceiros conseguem um retorno em larga escala para seus serviços ou produtos.”

O modelo bem-sucedido do Groupon desembarcou no Brasil no início deste ano, quando três jovens montaram o Peixe Urbano. Capitaneado pelo carioca Julio Vasconcelos, que deixou um emprego no Vale do Silício para montar o negócio, a empresa atingiu, no mês passado, a marca de 1 milhão de transações realizadas. “Vi esse movimento ocorrendo nos Estados Unidos e imaginei que tinha tudo para dar certo também no Brasil, já que o brasileiro gosta ainda mais de redes sociais que os americanos”, diz Vasconcelos.

Estima-se que pelo menos um novo site de compras coletivas surja a cada 15 dias no país. Começa a se repetir aqui o que ocorreu nos Estados Unidos, onde o Groupon tem hoje mais de 300 concorrentes. Esse crescimento explica-se pelo fato de o modelo de negócios ser de fácil aplicação. E o retorno é quase imediato. “Colocamos à venda uma diária de fim de semana em um chalé no interior de São Paulo. Cada cota custava R$ 80 e, em 24 horas, vendemos 7 mil tíquetes”, diz Vasconcelos.

Para o consumidor, sites desse tipo são vistos como serviços de compras. Para quem vende trata-se de um investimento em marketing, pois os sites são vistos como uma ferramenta eficiente para divulgar o estabelecimento, o produto ou um novo serviço. “É um investimento baixo. Se um restaurante quer fazer uma promoção para aumentar o fluxo nos horários em que está mais vazio, ele não precisa investir nada”, diz Pedro Guimarães, do Imperdível, presente em 28 cidades. “Queremos ter todos os tipos de negócio no nosso port¬fólio. Mas restaurante é o que de longe mais vende”, diz Daniel Funis, diretor executivo do braço brasileiro do Groupon.

Por unir o online ao serviço oferecido por um local físico, os sites possuem uma versão diferente para cada cidade. Um paulistano acessa as ofertas relativas a São Paulo, que são diferentes das do Rio de Janeiro. É daí que surge uma possível limitação para a expansão deste modelo de negócios. Não se sabe ainda se o formato pode ser replicado em cidades menores. Até agora, todos os sites estão em cidades com mais de 150 mil habitantes, onde o crescimento tem sido fulminante. “Tem dia que chega funcionário novo e falta computador para ele trabalhar”, diz Marcelo Macedo, presidente do ClickOn, que em três meses de criação já conta com uma equipe de 80 pessoas.

Quando a oferta não atinge o número mínimo de clientes, o dia é tido como perdido: o cliente não recebe o produto, o site não ganha a comissão e o estabelecimento não vende.

Concorra a um Notebook clicando na imagem abaixo:
Concorra a um Notebook
Para saber mais sobre a promoção clique aqui. Conto com o seu voto! Se você estiver participando com o seu blog, deixe o link de votação que eu visito e retribuo o voto.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Dilma Eleita ! Propostas para incentivar o Empreendedorismo no Brasil?

Ontem a exemplar "festa" da democracia no Brasil teve fim, e pela primeira vez na sua história, o Brasil elegeu uma mulher para o cargo de presidente da República. Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, que já tinha liderado no primeiro turno mas sem a maioria necessária (contrariando as pesquisas) para ser eleita, voltou a vencer este domingo, derrotando o candidato da oposição, José Serra, do Partido da Social Democracia Brasileira.

Como em todos os anos os candidatos que tem a preferencia da grande maioria da população, sejam da oposição ou não, sempre disputam, em segundo turno, com propostas praticamente iguais, se diferenciando em detalhes como o de privatização de estatais, religião, salário mínimo e os exemplos de governos anteriores de seu partido, a campanha política é basicamente uma luta de carteirinha partidária que se destaca perante a falta de competência em criar propostas concretas. 

  • Agrária

  • Ciência e Tecnologia

  • Cidades

  • Combate ao Racismo

  • Cultura

  • Direitos Humanos

  • Economia Solidária

  • Educação

  • Juventude

  • Meio Ambiente

  • Mulheres

  • Política Industrial

  • Políticas Sociais

  • Saúde

  • Segurança


  • Esses são os temas destaques das campanhas e são os famosos "Ganha-Votos", pois o brasileiro quer saber de soluções a curto prazos, resultados "pra ontem".
    É claro que esses temas são a prioridade, a erradicação da miséria é uma meta que já passou da hora de ser alcançada, o Brasil está há um século atrasado quando trata-se de pobreza, mas isso é óbvio e está na cara de cada brasileiro, o presidente Lula já deu o caminho para resolver esses problemas sociais, basta a Dilma dar continuidade.


    O  mundo inteiro sabe disso, pois todos os países subdesenvolvidos possuem esses mesmos problemas, mas o Brasil tem um diferencial e não sabe apoveitar como deveria. Nós somos um dos países emergentes, embora subdesenvolvidos, temos um PIB invejável, uma terra fértil com clima favorável à agricultura, sem Terremotos ou Furacões, uma imensa área territorial inexplorada, reservas de petróleo, o maior rio do mundo, a maior floresta, bons relacionamentos com os países mais ricos, porém uma cultura conservadora demais para um país que se diz liberal.
    De janeiro a setembro, o país foi citado em 2.367 reportagens em mídias internacionais e o tom era favorável ao país em quase 80% das matérias.

    E, na minha opinião, é exatamente isso que atrasa o Brasil. Nós não sabemos aproveitar o nosso potencial econômico. A base da infra-estrutura do um país se espelha em sua economia, dinheiro mesmo, pois nós somos um país capitalista, resolver aqueles problemas essenciais é prioridade sim, mas sem dinheiro, apoio ficanceiro e a iniciativa privada, fica muito mais difícil, pois o governo não dá e nunca dará conta de todos os problemas do país, por isso eu digo que nós, apesar de sermos capitalistas, agimos como socialistas.

    Por exemplo, o que fez mais sucesso no governo Lula foram os programas ProUni e Bolsa-Família. Eu acho que foi genial, ajudou muito o país, mas trata-se de um programa apenas e não uma solução,  isso deve ser um incentivo para a pessoa se reerguer e passar a bolsa para os mais necessitados e não para a pessoa se aposentar e ficar parazitando o governo pro resto da vida, isso é socialismo.


    O governo cuidando do petroleo, das fazendas, das escolas, saúde, saneamento, etc. SOCIALISMO.

    Vamos incentivar o empreendedorismo, viver o capitalismo em todos os aspectos, assim, novas soluções aparecerão, as bolsas do Lula não serão mais necessárias, pois haverá ofertas de empregos para todos, oportunidades para todos.

    O brasileiro tem que parar de sonhar em se aposentar como funcionário público, pois a ditadura já acabou, não precisamos mais trabalhar para o governo para ser alguem na vida. Vamos criar coisas, inventar, inovar, formar empresas, dar emprego e movimentar a economia ajudando assim o nosso governo.

    Vamos deixar com ele apenas o papel de fiscalizar o nosso trabalho, os problemas do Brasil são problemas nossos e não apenas do governo, não adianta ficar sentado vendo novela esperando chegar R$15,00 no fim do mês e o brasil melhorar, porquê assim não vai, nunca!

    O Brasil não apoia o empreendedorismo, não incentiva investimentos de risco, enquanto nos Estados Unidos a maior preocupação dos eleitores é a Economia (acima da guerra, saúde, educação, etc) aqui é a saúde.

    Enquanto o brasileiro quer ter hospital público de qualidade como direito social, pois os disponíveis são péssimos, demoram meses para atender, além de sermos mal atendidos pela displicencia dos funcionários, o norte-americano quer ter dinheiro para pagar um bom hospital particular, dentre vários concorrentes que existem, podendo escolher o médico e analisar qual a melhor tarifa e ainda que o atenderá muito bem e muito rápido, pois não pretende perder o cliente.

    Você pode procurar na internet alguma proposta de qualquer candidatos que seja direcionada para o incentivo ao empreendedorismo, mas falo daquele empreendedorismo de raiz, uma mudança cultural, mudar os olhos do brasileiro para o mundo dos negócios, não apenas incentivar as empresas que já lucram, que não precisam mais de crédito do BNDES e sim aqueles que estão começando ou que ainda nem sairam do papel, jovens que a cada ano que passam surgem com idéias geniais, mas não recebem suporte para colocá-las no mercado.


    Pensando nisso eu fui atrás de saber o que a nossa presidente eleita planeja para incentivar o empreendedorismo no Brasil e fiquei otimista (A esperança é a ultima que morre), pios em seu site oficial há uma materia que fala que apesar do pouco incentivo o Brasil ficou em sexto lugar no mundo em empreendedorismo em 2009, com 15,3% da população, o equivalente a 18,8 milhões de pessoas, fazendo parte da Taxa de Empreendedores em Estágio Inicial (TEA) – negócios com menos de 42 meses de existência. A taxa registrada ficou acima da média histórica do país que é de 13%. O que mostra que o brasileiro quer sim seguir esse caminho, mas falta incentivo.

    De maneira geral, o empreendedorismo por oportunidade atingiu a proporção de 1,6 brasileiro para 1 que empreende por necessidade – quando não encontra vaga no mercado de trabalho e monta seu próprio negócio para sobreviver. A pesquisa indicou, ainda, que a população empreendedora está concentrada entre os jovens de 18 a 34 anos.

    Mesmo durante o período de crise econômica, encontraram no empreendedorismo uma forma de conseguir emprego e renda e uma possibilidade de continuar sobrevivendo e sustentando sua família.

    O jovem não espera mais a oportunidade em grandes empresas ou no emprego público. O Brasil precisa se espelhar em países mais desenvolvidos que incentivam aqueles com idéias "diferentes".


    Na Finlândia, por exemplo, grupos minoritários como imigrantes e portadores de necessidades especiais recebem atenção especial nos programas do governo de apoio ao empreendedorismo. A Holanda promoveu mudanças na legislação de falências para facilitar a reorganização e recuperação de empresas em dificuldade. Na Suécia, existe um programa que dá a jovens de 16 a 20 anos de idade a oportunidade de abrir um negócio próprio com o apoio de escolas e da comunidade empresarial.

    A França permite que os trabalhadores possam tirar um ano de licença não remunerada para abrir um negócio próprio, com o direito de retomar o mesmo cargo depois deste período. Possui programas especiais para empreendedores com mais de 50 anos de idade, incentivos fiscais para novos empreendimentos, estímulo à abertura de linhas de crédito, maior proteção a pequenos empreendedores e apoio à transferência de novos negócios a funcionários (spin-offs).

    Falta tanto isso aqui no Brasil que nós estamos disperdiçando oportunidades. Se um jovem inventasse um cobertor com mangas para colocar o braço ao ler livro na cama, no Brasil, mal venderia para seus familiares e amigos.


    Enquanto nos Estados Unidos, o jovem estudante Gary Clegg teve essa idéia e hoje pode fretar um avião para seus amigos irem visitá-lo. Sua idéia simples é usada por milhões de pessoas na Europa, Asia, Canadá e Estados Unidos, pincipalmente em estadios esportivos em temporadas de inverno. 60 mil pessoas no estadio usando sua invenção para se manter aquecido.

    Vimos que a nossa presidente eleita está ciente de que nós temos um potencial empreendedor, basta agora cobrarmos que em seu governo haja incentivos concretos para quem quer se arriscar no mundo dos negócios, espero que a partir do dia primeiro de janeiro de 2011 o Brasil tome um novo rumo que busca utilizar o seu potencial para fazer grandes acontecimentos, grandes empresas e negócios vindos de nossa tradição e, principalmente, de nossos jovens empreendedores.

    Concorra a um Notebook clicando na imagem abaixo:
    Concorra a um Notebook
    Para saber mais sobre a promoção clique aqui. Conto com o seu voto! Se você estiver participando com o seu blog, deixe o link de votação que eu visito e retribuo o voto.

    TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

    Receba nossos artigos por e-mail:

    Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More